Na neblina ou serração, redobre a atenção.


A neblina nada mais é do que uma nuvem em contato com o solo, já que se forma através de gotículas de água que se condensam em baixas altitudes. Porém, um fenômeno natural tão simples pode se tornar uma grande complicação nas estradas, atrapalhando a vida dos motoristas que rodam por aí.

 É importante tomar algumas medidas para não correr riscos e evitar acidentes em situações como essa.

 Veja algumas que separamos para você:

Reduza a velocidade

Com a baixa visibilidade da estrada, o tempo de reação e tomada de decisão diminui drasticamente. Trafegar em velocidades mais baixas permite que o caminhão tenha uma resposta melhor, diminuindo assim o risco de acidente.

Evite o acostamento

Em algumas situações, parar o caminhão pode parecer a melhor opção, mas não é. Não no acostamento, pelo menos. Por estar quase “invisível” no acostamento, outros veículos podem não vê-lo a tempo e colidirem com você. E a colisão em veículo parado pode ter consequências piores que em movimento.

 Ligue os faróis baixos

Os caminhões que não possuem os faróis de neblina, apropriados para esse tipo de situação, devem trafegar com os faróis baixos ligados. As partículas de água refletem a luz do farol alto, portanto o seu uso diminui ainda mais a sua visibilidade e dos outros motoristas também.

 Fique de olho na faixa

A faixa da estrada é a sua melhor referência em momentos de pouca visibilidade. Por não conseguir prever curvas a longa distância, as faixas auxiliarão você a saber por onde deve conduzir.

Lembre-se dessas dicas e boa viagem!

Fonte: Blog do Caminhão